No bom caminho, entre muitos outros exemplos, está o “Fermento”, agora, digital, re-nascido nas circunstâncias desta época de pandemia. As circunstâncias obrigam-nos e nos abrigam na descoberta de outras vias-sacras, apesar do adiar de tantos encontros.


As ultreias e as Escolas complementar e de dirigentes, bem como, os temas formativos da Ultreia, foram salvaguardados pelo envio por e-mail e pela disponibilidade para leitura mais familiar e caseira do Manual da Doutrina Social da Igreja (Editora Principia) e do Ideias Fundamentais.

A todos agradecemos a continuidade do estudo para um melhor tripé e revisão de vida. Desde a leitura bíblica, a intendência, até à videoconferência,… (…)“que eu tenha essas coisas na minha boca, e as tenha sempre no coração. Pois (…) a mais sublime filosofia que possuo neste mundo é a de conhecer Jesus e Jesus crucificado”. (cf. São Bernardo, Sermão sobre o Cântico dos Cânticos).


Com a nossa releitura dos acontecimentos recentes recolhemos sementes com fé para o esperançoso anúncio de passagem ou páscoa.
“A sensibilidade de cada um aperfeiçoa-se, inserindo nos processos sociais a inspiração dos princípios da doutrina social (da igreja): a dignidade da pessoa, o destino universal dos bens, a opção preferencial pelos pobres, o primado da solidariedade, a atenção à subsidiariedade, o cuidado da casa comum. Que nenhuma vocação no seio da Igreja possa colocar-se de fora deste dinamismo (…) reservando uma atenção privilegiada aos mais pobres e aos mais vulneráveis”. (Cf. Exortação Papal Cristo Vive 2019, nº 127).


Como ativar, em momento oportuno, as solidariedades, porta a porta, com o espírito de Crucificado-Ressuscitado? Cristo conta contigo no encaminhamento de outros diante de tantas Vias Sacras e da Luz !

Pe José Barros

Escreva um comentário

*

O seu endereço de email não será publicado.

© 2020 MCC - Diocese do Porto